Casal abençoado!

Casal abençoado!
DEUS,maravilhoso

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Entrevista com Antonio R. Bezerra de Menezes Filho


Tetraneto de Bezerra de Menezes converte-se a Cristo e desmente o Evangelho segundo Allan Kardec.

Matéria publicada na Revista Resposta Fiel, em março/2002.



Antonio Roosevelt Bezerra de Menezes Filho, 43 anos, tetraneto de Adolfo Bezerra de Menezes, um dos fundadores e primeiro presidente da Federação Espírita no Brasil (FEB), nasceu em uma família que sempre seguiu o kardecismo.

Envolvido com a doutrina, ele psicografava, tinha revelações e contato com os mortos. Na adolescência, ele conheceu outras religiões e seitas. Praticou yoga e artes marciais. Se envolveu com a ideologia da Nova Era, buscando poder e realizações da mente. Antonio acreditava que Jesus era um ser iluminado e um alvo a ser atingido.

Pensava que se continuasse a crescer espiritualmente seria um dia como Jesus, Gandhi ou Buda. Empresário, dono de uma construtora, Antonio viu sua vida ficar muito ruim e os negócios entrarem em crise. Como resultado, se afundou mais no espiritismo. Pesquisando a vida de Allan Kardec, descobriu que, na França, país em que foi fundada a crença espírita, o espiritismo não subsistiu. O próprio Allan Kardec faliu.

O mesmo aconteceu com seu tetravô, Bezerra de Menezes, que foi prefeito do Rio de Janeiro. Todos da sua família que eram envolvidos com espiritismo perderam seus bens. Antonio era um deles. Ele perdeu tudo o que tinha. Nesse período, separou-se da família. Sofreu vários acidentes. Em um deles, na Via Dutra, um caminhão passou por cima do seu carro, mas ninguém da família, que estava no carro, morreu. Naquele momento, ele ouviu a voz de Deus: “Você não quer agora deixar que eu cuide da sua vida?” Foi quando Antonio lembrou-se do passado e disse: “Sim, quero entregar a minha vida a ti”.

Hoje, Antonio Bezerra de Menezes, convertido há 12 anos, é pastor na Igreja Batista Shemá Yisrael em Campinas (SP), reitor da Faculdade de Administração Eclesiástica Batista das Américas (Faeban: www.faebam.com.br) e conferencista internacional da Adhonep.

RE O que o levou a sair do espiritismo?

Bezerra Desde jovem, sempre tive desejo de conhecer a verdade sobre todas as coisas. Passei por muitas decepções dentro da minha vivência como médium e com a doutrina espírita, não com as pessoas. Quero deixar bem claro que tenho muito carinho pelos amigos espíritas. Mas, três fatos me decepcionaram muito. Um primo meu ficou gravemente doente e, mesmo sendo do maior clã espírita do Brasil, tendo o doutor Bezerra de Menezes como ancestral, o “chefe de corrente de cura científica no espaço” (por ter sido médico), não houve cura para ele. Também fui psicógrafo e, ao receber uma mensagem psicografada por uma pessoa da família que dizia ter recebido a mensagem do meu primo e de meu avô, eu e minha mãe vimos claramente que não era verdade. Como espírita, eu tinha que encontrar o fundamento das coisas e percebi que tudo vem da Bíblia. Aliado a isso, passei por diversos problemas familiares pessoais e perdi uma fortuna em patrimônio, o que quase me levou ao suicídio. Tudo isso foi restaurado quando tornei-me um servo de Deus.

Saiba mais

16 comentários:

  1. Ele está completamente errado!O Espiritismo não diz que ao crescermos espiritualmente seremos como Jesus, Pai incomparável. Aliás, o Espiritismo não tem preconceito contra nenhuma religião. Ele deveria se aprofundar mais, e ver que na realidade nem tudo que queremos conseguimos, pois o que vale é a vontade de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É MAIS FÁCIL CRER (COMPRANDO COM O PASTOR UM MILAGRE QUE NUNCA ACONTECERÁ) DO QUE PENSAR E DINAMIZAR NOSSA VIDA COM ATOS DE FRATERNIDADE, TIRANDO A BIBLIA DEBAIXO DO BRAÇO, SAINDO DO DISCURSO E COLOCANDO EM PRÁTICA A AJUDA AO PRÓXIMO.

      Excluir
    2. Vários pastores evangélicos procuram o centro espírita para se curarem (já que não vão pela razão, vão pela dor).

      Excluir
  2. Boa postagem!
    Espero que outras pessoas possam abrir os olhos ao Consolador prometido, o Espírito Santo.
    Antes de nascer o Espiritismo, o Espírito Santo já havia descido sobre os apóstolos, desmentindo as três revelações, como são erroneamente ensinadas.

    ResponderExcluir
  3. Se o Antonio Roosevelt encontrou o seu caminho e sua paz, que fique nele.
    Não será para sempre. A realidade lhe será apresentada logo mais à frente.

    O que é estranho e sintomático é que as razões que o levaram a mudar foi
    a perda de bens, patrimônio (plenamente recuperado segundo afirma).

    Ora, quando se pensa que a religião certa é a que restaura bens e patrimônios
    materiais, acho que as noções do certo e errado é que estão equivocadas.

    É uma pena que se barganhe a espiritualidade com todos os percalços que apresente.
    O mediunato é sacerdócio, não é negociata.
    Jesus teria dito: "Dá os teus bens e me segue"
    Não é difícil entender, o difícil é fazer isso.
    Não é, Antonio ?

    ResponderExcluir
  4. Meu caro Antonio, que a paz do Cristo Jesus possa estar com você, me entristece muito os motivos pelos quais abandonas-te o espiritismo, segui-lo, não deve ser moeda de barganha para com Deus, outro ponto a ser visto é que em determinados momentos de nossa vida, devemos passar por certas provações, que nos põe a prova, nossa renuncia e verdadeira fé, se encontrastes a paz que bom, mas sabes que a verdade um dia te será revelada, nesse interim, independente de tua opção religiosa, te mantém fiel a bondade, a honestidade e a caridade de uma forma geral, não julgueis, pois só a Deus pertence esta tarefa, ficar maldizendo do espiritismo, não te levara a lugar algum, no que tange as questões de cura do teu primo, nem sempre aquilo que nos parece certo, o é de verdade, fica em paz e que Deus te abençõe os dias na Terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato ! Ele estava no caminho errado , pois tinha ódio em seu coração , com relação aos cristão e queria poder, confirme li em outro site. Só mudou por questão material . Então é lógico que estava em péssima sintonia é a vida dele não iria para frente em qualquer religião , que dever ter deus acima de tudo , regra básica que ele desconhecia . Sou católica e respeito todas me simpatizo com o espiritismo e creio que o amor e solidáriedade é a base

      Excluir
  5. Pastor,
    Meu pai é médium espirita e escritor de vários livros dessa religião. Eu sou crente desde os 13 anos de idade e recentemente senti chamado a escrever alguns pontos sobre as diferenças e os erros que o espiritismo nos leva a crer. Espero que isto possa servir de inspiração para algum sermão no futuro. O conceito esta correto teologicamente falando ?
    A prisão da religião chamada de espiritismo.
    O Brasil e um dos únicos países do mundo onde a religião do espiritismo proliferou. Grande parte deste fenômeno e a ignorância e o misticismo do povo. A maioria da população não sabe ler então e muito fácil eles acreditarem em qualquer ideologia nova. O espiritismo e uma religião muito nova em comparação com as outras grandes.
    O espirita acredita que a pessoa recebe os espíritos e vive sobre a influencia deles. Portanto a pessoa não goza de livre arbítrio pleno. Ela esta presa pelas influencias do mundo espiritual. A pessoa chega a passar mal quando tem um ambiente ruim ou uma pessoa ruim por perto. Então ela se priva de ir a lugares e fica algemada devido a esta filosofia demoníaca. Jesus disse que Ele veio para nos libertar, não nos aprisionar. Portanto Ele deu aos cristão a força de expulsar os espíritos malignos e não de viver sob a sua influencia. O espiritismo e uma religião que deixa seus seguidores algemados.
    No espiritismo a pessoa fica receptiva a novas ideias de espíritos alheios enquanto ignora a abundancia que só Jesus tem a oferecer. È como se estivesse subentendido que Jesus não é suficiente, precisa-se de outros mais. Apesar disso, os espiritas consideram Jesus como o espirito mais adiantado. Enquanto Jesus disse que Ele é o único caminho. Portanto, a influencia de outros espíritos passa a ser somente uma distração da plenitude que Jesus tem a nos oferecer. A grandeza de Jesus é demais para somente uma vida. Nós precisamos de uma eternidade com Ele para poder compreender melhor o Seu amor.
    No espiritismo não existe o conceito do perdão porque o individuo deve reencarnar em outra vida para pagar seus erros. Portanto um sempre esta preso ao passado, vivendo a mercê dos erros cometidos. Jesus morreu na cruz para nos dar a possibilidade de ser perdoados por Ele. Ele perdoa nossos pecados e nos podemos ser livres da vergonha. O cristão assim pode viver com a esperança da salvação focando no futuro e na eternidade junto a presença omnipotente de Jesus. O espirita vive preso a sua filosofia e contraria aos ensinamentos de Jesus.
    O espiritismo ensina que estamos rodeados de pessoas que são espíritos atrasados. Vários dizem que os bandidos devem sim ser eliminados pois irão reencarnar novamente e terão uma nova chance em outra vida. Portanto isso e uma maneira de justificar o assassinato de pessoas. Segundo os ensinamentos do cristianismo, os pecadores deveriam pedir perdão a Jesus para serem perdoados e viverem novas vidas.
    Enquanto o espiritismo oferece uma vida presa ao passado, Jesus nos oferece liberdade do passado. No espiritismo a pessoa deve sofrer por toda uma vida para pagar os erros que cometeu em uma viga regressa. Jesus nos oferece alivio no presente e esperança para o futuro. Ele nos chama agora para sua presença e nos oferece paz ao invés de nós termos que viver com o peso do passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria apenas de informar que não há lugar algum dentro da legítima doutrina Espírita onde se diz que bandidos devem ser eliminados, pelo contrário, quem realmente é Espírita aprende sim a perdoar e não a condenar. Se o espírito que cometeu o delito volta para corrigir seu erro é para que fique limpo com sua própria consciência e perante Jesus. O Espiritismo não nos prende ao passado, ele nos liberta do passado ao passo que nos dá nova chance de recomeçar a cada dia, de refletir sobre nossas falhas, de amar ao nosso próximo, de fazer a caridade. E já que voce se mostra conhecedor de toda a verdade, responda por favor: Voce realmente acredita que Deus criaria todo um universo somente para o ser humano , sendo que ele mal conseguiu chegar na lua? Se voce não acredita no crescimento espiritual do homem, como vc explica que a cada nova geração, a humanidade se mostra mais evoluída? Se vivessemos apenas uma vez e nunca mais viéssemos para a Terra, e a cada nascimento fosse uma alma nova que Deus criasse, porque não nascem mais homens primitivos? Porque Deus permitiria a uns filhos o melhor da vida e a outros tantas dificuldades se Ele é justo e bom e todos nascessem iguais, sem nenhum dpebito com o passado? Nós não temos que viver com o peso do passado amigo, a escolha de sermos bons ou mals está dentro de nós porque Deus nos criou para a perfeição. Se temos algum tipo de prisão, essa é com nossa própria consciencia, resultado das nossas ações impensadas...

      Excluir
    2. Peso do passado ? Se voce tirou essas palavras dos livros do seu pai posso entender tamanha ignorancia.... faz puco tempo que vou a reunioes doutrinarias espiritas e nunca ouvi dizer que alguem tem que ser eliminado da terra . Nunca nunca . Alias escutei muito sobre amor e respeito ao proximo cosa que nas igrejas evangelicas esta' faltando e muito... antesd de escrever algo procure se informar , o que tem analfabetos nas igrejas ... . E uma ultima coisa nao pedem dinheiro ... aprenda a amar , voce pode passar 50 anos em igreja mas o seu saio nao leva voce a jesus . Pense nisso. A paz do nosso senhor seja conosco

      Excluir
  6. Concordo com o Antonio, Yesno e a professora patricia.

    ResponderExcluir
  7. que deus esteja sempre com vós que o amor e a caridade estejam sempre em suas almas, não julgues não aponte o dedo para seus proprios irmaos, só deus sabe o que lhe faz bem ou mal, não importa qual religião deus é supremo e voces que dizem q uma religiao é certa e outra errada pagaram diante de deus. muita paz.

    ResponderExcluir
  8. Caro Woyne. O Espiritismo não é uma prisão. O livre arbítrio é universal. Se somos maus, rancorosos, invejosos, materialistas, egoístas, orgulhosos etc, criaremos afinidades vibratoriais com seres desse naipe e sofreremos irremediavelmente a inteferência desses irmãos ignorantes. Por outro lado, se fazemos o bem, agimos de acordo com os ensinamentos de Jesus, só atraíremos espíritos afins, bondosos e caridosos. Grande abraço, Victor Hugo

    ResponderExcluir
  9. Esse cara deve uma vergonha para Bezerra! Uma pena...

    ResponderExcluir
  10. Esse cara deve uma vergonha para Bezerra! Uma pena...

    ResponderExcluir
  11. Interessante as análises e afirmações das verdades individuais. E se a gente combinasse de deixar cada um escolher seu caminho, sua forma de ampliar sua espiritualidade (que nada tem a ver com religião)? Penso que seria um ótimo exercício de respeito ao próximo, de caridade com as pessoas é uma forma de refrear o ódio religioso, enraivado em todo planeta. Vocês topam?

    ResponderExcluir